Blog

Tecnologia na Agricultura: dados que transformam o campo

As atuais tecnologias na agricultura auxiliam o desenvolvimento do agronegócio

Tecnologia na Agricultura: dados que transformam o campo

4/07/2022
Share:

A importância da tecnologia na agricultura

 

As inovações tecnológicas na agricultura brasileira tornaram-se mais evidentes nos últimos anos. A força do campo, ilustrada em uma agricultura 1.0 (menos produtiva pelo baixíssimo uso de tecnologia na agricultura), evoluiu para uma agricultura 2.0 (com a implementação de máquinas agrícolas no trabalho rural).

Hoje, a agricultura 3.0, que é marcada pelo uso de tecnologia aplicada ao sensoriamento remoto e à rastreabilidade via satélite da produção, caminha para sua próxima fase com a utilização dos dados na produção agrícola. Um importante passo para a evolução de todo o setor.

Presenciamos, agora, o surgimento de um modelo já reconhecido como 4.0, ou agricultura digital, em que a produção de alimentos e as demais atividades agrícolas fazem uso da análise de dados para o desenvolvimento de uma agricultura de precisão (e em tempo real), capaz de otimizar ainda mais os recursos oferecidos pela terra. 

Devido aos inovadores e modernos recursos tecnológicos aplicados ao cultivo, as operações agrícolas tendem a melhorar a sua produtividade. Entre outros benefícios, a tecnologia agrícola também possibilita a expansão das safras que, por sua vez, geram o potencial de desenvolvimento e lucratividade para quem é produtor agrário. Por estas e outras razões, surge, de agora em diante, uma nova transformação digital no agronegócio.

Na agricultura 4.0, os dados adquirem papel essencial. A implementação da computação em nuvem e as aplicações de SaaS (Software as a Service) permitem processar de maneira assertiva a grande quantidade de informação gerada por sensores e dispositivos presentes nos campos. 

“O setor do agronegócio há tempos já aplica tecnologia para incrementar o volume de sua produção. Com as soluções SaaS, há uma tendência de uso dos dados de maneira otimizada. Operações como a produção, o escoamento das safras e a comercialização dos produtos agrícolas tornam-se mais transparentes e rastreáveis”, comenta Marcio Flôres, Head de Corporate Venture Capital da Meta (Meta Ventures). 

Entre outras soluções, em 2021 a Meta lançou o SmartCoop para a FecoAgro – RS (Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul). Trata-se de uma plataforma orientada aos negócios dos produtores rurais; a ferramenta incorpora tecnologias aplicadas ao gerenciamento da produção rural e conta com três subestruturas que hospedam e processam dados, ao mesmo tempo em que oferecem serviços direcionados à aquisições, comercialização de produtos e controle de insumos, por citar alguns exemplos.

Esta é a hora em que a digitalização e virtualização de processos marcam o futuro da produção em escala dos nossos alimentos. Agricultura e tecnologia andam lado a lado, gerando mais oportunidades e crescimento produtivo.

 

Quem trabalha na agricultura conta com a tecnologia

 

Segundo o Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2017, aproximadamente 1 milhão e 500 mil produtores rurais utilizavam dados por meio de dispositivos eletrônicos distintos.

Link: https://revistapesquisa.fapesp.br/keywords/especial-agropecuaria-digital/

As informações revelam a importância e a necessidade que existe de alcançar as melhores práticas em ciências de dados, principalmente em relação às informações coletadas pelos dispositivos e sensores espalhados nas mais diversas lavouras do país.

Com base no mesmo estudo, nota-se a tendência de incorporar modernas tecnologias para que haja um crescimento sustentável nos negócios agrícolas. Da mesma forma que se pode escalar soluções em Cloud Computing (nuvem de dados), o agronegócio segue na adoção de ferramentas tecnológicas, como a Inteligência Artificial, para ganhar em competitividade e previsibilidade.

Neste contexto, o caminho é em direção às grandes transformações do futuro. Dados, ciências agrárias e negócios se fundem para gerar mais produtividade e melhores oportunidades de trabalho para os profissionais do cultivo que, ao mesmo tempo, desempenham suas atividades como usuários de tecnologia.

 

Tipos de tecnologia na agricultura

 

A tecnologia agrícola avança a passos largos. Com a chegada da IoT (Internet das Coisas) ao campo, surgem interessantes desafios e novas trilhas a serem exploradas no âmbito da agricultura. Sendo uma pauta emergente, a IoT encontra-se em estágio de experimentação avançada para aplicação direta no agronegócio.

Pesquisas relativas aos requerimentos específicos dos dispositivos (hardware), tecnologias avançadas de comunicação wireless e a sua associação à computação em rede são tópicos que devem ser amplamente analisados no momento de aplicar melhorias ao cultivo agrário. Isto porque a tecnologia já permite a customização de soluções informáticas para diferentes culturas próprias do agronegócio.

Assim, é importante destacar que as soluções desenhadas para a Internet das Coisas têm papel fundamental ao realizar a coleta de informações cruciais para tomadas de decisão em investimentos agrários.

Estamos agora a poucos passos de experimentar novos resultados de uma “agricultura inteligente”, baseada em serviços de nuvem, onde todos os recursos podem ser utilizados para evitar desperdícios e aumentar a presença em novos mercados, bem como consumidores. Nesta equação, todos podem se beneficiar.

As tecnologias recentes na área rural vinculam dados e dispositivos que, em conjunto, estabelecem novas metodologias e parâmetros a serem aplicados como conhecimentos científicos na agricultura familiar.

 

IoT para agricultura e suas características

 

Da mesma forma que a Internet das Coisas oferece vantagens para outras indústrias, é possível destacar algumas características principais que podem otimizar os recursos disponíveis para a execução do agronegócio:

  • Acessibilidade: entrar numa rede enquanto a compatibilidade proporciona a capacidade comum de consumir e produzir dados;
  • Conectividade: permitir a acessibilidade da rede e plena compatibilidade;
  • Heterogeneidade: interagir com outros dispositivos ou plataformas de serviço por meio de diferentes redes;
  • Interconectividade: poder interligar com informação e comunicação global entre as infraestruturas;
  • Segurança: proteger dados pessoais e proporcionar bem-estar físico ao desempenhar o trabalho no campo. Os dispositivos de IoT (sensores e câmeras, por exemplo) podem fornecer informações de saúde dos operadores de maquinário agrícola, tudo em tempo real para ser disponibilizado on-line.

 

IoT e Computação em Nuvem a serviço do produtor rural

 

Os sistemas de informação autônomos baseados em Cloud Computing permitem gerenciar de maneira eficiente e transparente a grande massa de dados fornecidos pelas tecnologias já presentes no meio rural.

Soluções customizáveis de SaaS (Software como um Serviço) são a base para o desenvolvimento da Agricultura 4.0. Esta, por sua vez, determinará um novo segmento de desenvolvimento em soluções e tecnologias para o estabelecimento do modelo da Agriculture as a Service (AaaS). 

Neste sistema de produção agrária, as tecnologias de processamento de Big Data presentes na nuvem promovem o crescimento de soluções que fornecem serviços otimizados para melhoria dos parâmetros de QoS (Quality of Service) aplicados ao cultivo.

 

Colaboração para implementação de nuvem no agronegócio

 

O dinamismo do mundo dos negócios digitais está muito mais acessível para os produtores rurais. Por isso, vale entender a fundo como este novo cenário contribui para o seu desenvolvimento.

“As soluções de Software as a Service (SaaS) estão disponíveis para uma ampla gama de mercados e segmentos. Setores financeiros e de varejo já se beneficiaram e reconhecem as vantagens do SaaS. Em pouco tempo, o agro avançará na incorporação deste serviço em suas estratégias de negócios e operações”, avalia Marcio Flôres.

Para implementar soluções efetivas, que dialoguem com os dispositivos de IoT disponibilizados nas propriedades de produção agrícola, os pequenos, médios e grandes produtores devem contar com equipes experts em tecnologia.

A Meta conta com profissionais capacitados para avaliar e determinar a melhor forma de transformar as operações e estratégias de negócios de quaisquer empresas do agronegócio!

 

Contate o nosso time de especialistas! 

Criamos soluções SaaS em conjunto para a sua evolução!

➡️   Quero implementar soluções SaaS no meu agronegócio!

 

Venha para a Meta! Somos especialistas em tecnologia e inovação focados em Transformação Digital (DX)!

Share:

A Meta conduz organizações na conquista da maturidade digital dos seus negócios. É uma consultoria com mais de 30 anos de mercado e 2,5 mil colaboradores, com atuação global, e que entende a importância da aceleração dos resultados para manter os negócios relevantes em um mercado cada vez mais competitivo. A Meta oferece às organizações as soluções tecnológicas de transformação digital mais adequadas aos modelos e necessidades dos negócios e inspira uma mudança cultural – de ponta a ponta – gerando receita, reduzindo custo, e acima de tudo, valorizando as pessoas como principal capital dessa transformação.